A Arte Moderna nos Séculos XIX e XX

A Arte Moderna nos Séculos XIX e XX

Por Fernando Rebouças

Um dos maiores críticos e estudiosos de arte dos últimos tempos escreveu um dos melhores livros para ajudar o leitor a entender o processo de surgimento e de criação de um dos momentos mais importantes da História cultural da humanidade, a arte moderna. O professor americano Meyer Schapiro escreveu o livro “A Arte Moderna – Séculos XIX e XX”, lançado no Brasil pela EdUSP.

Schapiro dedicou mais de quarenta anos de sua vida acadêmica à arte dos séculos XIX e XX, marcada por uma profunda transformação estética que partiu do impressionismo. Entre vários temas, o autor aborda sobre a utilização da natureza morta e seu novo conceito de destaque utilizando como exemplo “As maçãs de Cézzane”, indicando que na arte moderna a natureza morta emergiu como um respeitado gênero renovado, independente e com conceito de criação sólido por si mesmo.

Ainda descreve que Cézzane se sentiu atraído pela natureza morta desde o início de seus trabalhos como pintor, sendo o prato de pêssegos um de seus primeiros trabalhos. Na arte moderna, os objetivos não cumpriam somente o papel de enfeitar ou expressar uma realidade visual, mas, por meio de um novo tipo de simbolismo, suas emoções e preocupações pessoais.

Leia a seguir um trecho do prefácio do livro escrito por Sauerlander:

“Nas décadas entre 1930 e 1980, quando Nova Iorque substituía Paris como centro da arte moderna, e a história se expandia tornando-se uma disciplina bem-sucedida e da moda, Meyer Schapiro era o único historiador da arte que tinha força e independência para realizar um trabalho original dentro e fora dos meios acadêmicos. Estava à vontade tanto na sala de manuscritos da Biblioteca Morgan quanto no Museu de Arte Moderna e nos estúdios de artistas (…). Schapiro sempre resistiu a escrever um livro que abordasse exaustivamente um único tópico. Mudando de temas e perspectivas com curiosidade incansável, apresentou suas observações e desenvolveu seus argumentos numa grande variedade de artigos, introduções e resenhas, que nem sempre são fáceis de ser encontrados.”

Conheça mais o livro:

http://www.edusp.com.br/detlivro.asp?ID=38882

Capa:

 

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *