Água na Lua

Água na Lua.

Por Fernando Rebouças

Dados da missão LCROSS (Lunar Crater Observation and Sensing Satellite) demonstraram a descoberta de água durante os impactos realizados em 9 de outubro de 2009, na superfície lunar.

A água lunar está situação no polo sul da Lua, numa região sombria da cratera de  Cabeus. Há uma quantidade significativa de água, sendo um potencial recurso para futuras missões e instalações humanas.

A missão LCROSS pertence à Nasa, os cientistas perceberam que a água estava presente nas duas partes do material resultante da explosão da superfície lunar.

Para detectar a existência de água, utilizaram espectrais infravermelhas da água e as comparou ao infravermelho coletado pela LCROSS na Lua. Suspeita-se que a quantidade de água na Lua, seja maior e  distribuída por todo o território do satélite da Terra.

O impacto da missão, criado pelo foguete Centauro gerou dois materiais da base da cratera, o primeiro era composto por vapor e poeira fina; o segundo por materiais pesados. A equipe da Nasa trabalhou sobre espectrômetros de satélite, que analisa a luz emitida e absorvida por materiais.

A superfície lunar é composta por dois metros de espessura de regolito em sua camada. O regolito é uma poeira fina e heterogênea. Cientistas da Nasa acreditam que a água esteja misturada de forma congelada nessa camada de regolito.

O que possibilitaria a extração dessa água seria o uso da microondas, que são facilmente absorvidas pelo regolito. Aquecer o regolito seria possível pela existência de 5% de ferro no solo da Lua.

Referências:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u652093.shtml

http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=microondas-poderao-extrair-agua-na-lua-e-em-marte&id=

 

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *