Antonio Delfim Netto

Antonio Delfim Netto

Por Fernando Rebouças

Economista e político brasileiro, nasceu em 1 de maio de 1928, na cidade de São Paulo. Esteve presente nas questões econômicas do país, ocupando vários ministérios durante os governos militares.

Começou a trabalhar aos 14 anos, como Office-boy. Estudou na Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas na USP. Em 1948, já formado, iniciou trabalhando como professor assistente. Tornou-se catedrático na USP em 1958. A partir da década de 80, iniciou carreira de parlamentar.

Foi mentor em política econômica nos governos dos militares Costa e Silva, Médici, Geisel e Figueiredo. Foi um dos responsáveis do “milagre econômico brasileiro” entre os anos de 1968 e 1973, quando o país crescia cerca de 10 % ano no produto interno bruto.

Em sua fase, houve grande concentração de renda no Brasil, incentivou as exportações e investimentos estrangeiros no país. Delfim Netto congelou salários e elevou tarifas públicas.

Sempre defendeu o controle da emissão de dinheiro para o controle da inflação. Historicamente é apontado como um dos causadores do endividamento do Brasil. Sob indicação do falecido economista Roberto Campos, ingressou na vida pública como secretário de Fazenda de São Paulo em 1966.

Em 1967, recebeu o convite do então presidente Costa e Silva para o Ministério da Fazenda. No governo do presidente Geisel trabalhou como embaixador na França entre 1974 e 1979.

 

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *