Bicicleta elétrica

Bicicleta elétrica.

Por Fernando Rebouças

A bicicleta elétrica é um meio de transporte que adapta a estrutura de uma bicicleta comum com a instalação de motor elétrica movido a bateria recarregável. A bicicleta elétrica é referida também como e-bicicleta ou e-bike por ser considerada um veículo sustentável.

Os equipamentos elétricos possuem velocidades que variam de 25 km/h a 40 km/h. Existe a bicicleta elétrica básica, as motonetas e as ciclomotores alimentadas por sistema cicloelétrico. A partir dos anos 1990, tem crescido o uso desse veículo em cidades do mundo todo.

No ano de 2010, mais de 700.000 bicicletas elétricas foram vendidas na Europa. Na China, no mesmo ano, foram registradas 120 milhões de bicicletas elétricas circulando no país. No Brasil, a partir dos anos 2000, essa indústria se apresentou em seu estágio inicial de crescimento.

A partir de 2002, na União Europeia a lei de homologação dos veículos a motor excluiu veículos de ciclos de pedalagem da necessidade de registro e tributação, desde que o equipamento tenha uma potência nominal máxima de 0,25 kW, alimentação reduzida progressivamente quando a velocidade atingir 25 km/h após a pedalagem descontinuada.

No Brasil, segundo resolução do CONTRAN, n° 315/2009, é referido como ciclo motor o veículo de duas ou três rodas com motores de até 50cc ou 4.000Watts de potencia e velocidade maxima de 50km/h, além de peso máximo (incluindo o do ciclo motorista) de 140 kg, sendo permitida a livre circulação do veículo em qualquer rua urbana, não podendo ser utilizada em rodovias. Na fabricação das bicicletas elétricas, quanto mais avançada for a tecnologia da bateria, maior será o preço final da bicicleta.

Em dezembro de 2012, a Procuradoria Regional da República do Rio de Janeiro apresentou o decreto municipal 35.553/2012, que equiparou as bicicletas elétricas às bicicletas comuns. Tal decreto já havia sido considerado ilegal pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

A questão pública na cidade do Rio de Janeiro é em defesa do uso da bicicleta elétrica como alternativa ao trânsito e à sustentabilidade por causar menores danos ao meio ambiente.

Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bicicleta_elétrica

http://www.abve.org.br/destaques/2012/destaque12037.asp

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *