Bienal de Veneza

Bienal de Veneza.

Por Fernando Rebouças

A Biennale di Venezia surgiu em 1895, é uma das exposições de arte mais conhecidas no mundo, e ocorrem a cada dois anos na cidade de Veneza, Itália.

A primeira exposição ocorreu com artes decorativas, no início do século XX, o evento começou a abordar a arte internacional. No ano de 1907, vários países iniciaram suas participações. Nessa fase, começou a abrigar complexos criados por arquitetos como Carlos Scarpa, James Stirling e Bruno Giacometti.

Após a Primeira Guerra Mundial, a bienal se engajou nas inovações da Arte Moderna. A partir do anos 30, a administração da Bienal passou  da prefeitura de Veneza às mãos do governo Fascista.

Durante a Segunda Guerra Mundial , a bienal passou por um recesso de 6 anos, retornando em 1948, e abrindo espaço para os movimentos “avant-garde europeus, e do Expressionismo abstrato inserido na década de 50.

A bienal entrou em crise perante os protestos de 68, marcando o abandono aos prêmios e a busca por exposições temáticas e não monográficas. Em 1980, ocorreu a Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza, que passou a alternar com a bienal de arte.

Em 2009, a curadoria da Bienal de Veneza criou espaços para surpreender o mundo das arte, com a ampliação  do pavilhão italiano e a abertura de obras de países estreantes como Montenegro, Mônaco e GAbão.

Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Bienal_de_Veneza

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u576396.shtml

 

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *