Carl Linnaeus

Carl Linnaeus.

Por Fernando Rebouças

Carl Linnaeus nasceu no dia 23 de maio de 1707, e faleceu no dia 10 de janeiro de 1778. Nasceu em Kronoberg, Suécia, foi zoólogo e taxonomista. A partir de Linnaeus foram estabelecidas convenções para nomeação de organismos vivos.

Ajudou a popularizar a nomenclatura binominal, antes desenvolvida pelos irmãos Gaspard e Johann Bauhin. Carl Linnaeus se colocava como criacionista, mas tinha ideias próprias sobre a evolução. Reconhecido como um dos fundadores da Academia Real das Ciências da Suécia, participou de projeto de desenvolvimento da escala Celsius para medição de temperatura.

Era considerado o botânico mais conhecido de seu tempo, reconhecido por grande nomes como Jean-Jacques Rousseau e Wolfgang von Goethe. É um dos mais conhecidos na história das ciências naturais da Suécia e do mundo.

Em sua família, era o filho mais velho no grupo de cinco irmãos. Seu pais era vigário, foi criado para seguir os passos do pai, mas Linnaeus não demonstrava interesse pelos afazeres da igreja, despertando desde cedo curiosidade pelas plantas. Nos seus estudos escolares, não conseguiu aprovação para estudar na escola religiosa, mas o seu talento pela Botânica chamou a atenção de  Johan Rothman, médico da cidade, que o ajudou a conseguir estudar na escola de Medicina da Universidade de Lund. Na cidade de Lund foi acolhido na casa do médico Kilian Stobaeus.

Um ano depois, se transferiu para a Universidade de Uppsala, onde obteve ajuda financeira do clérigo Olof Celsius, tio de Anders Celsius. Viveu sete anos em Uppsala. Em 1732, recebeu da Academia de Ciências de Uppsala recursos para realizar expedição de exploração à Lapônia, na época, desconhecida. Também viajou à Dalarna. Os objetivos da viagem eram sempre científicos.

Buscou a formação de doutor nos Países Baixos, para onde se mudou em 1735. Em 1738, retornou à Suécia, onde atuou como médico. Foi nomeado professor em Uppsala em 1741. Faleceria após sofrer dois acidentes vasculares cerebral, um em 1774 e outro em 1775, no segundo teve o lado direito do corpo inutilizado.

 

Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Carl_Linnaeus

http://piterfilho.blogspot.com.br/2011/04/biografia-carolus-linnaeus.html

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *