Conteúdo na Internet

Conteúdo na Internet

Por Fernando Rebouças

Não existe Internet sem conteúdo, o conteúdo na internet é composto por imagem, textos, som, animações, e demais formas de expressão que a tecnologia utilizada possa oferecer ao usuário. A Internet e a tecnologia da informação tem modificado o modo como as pessoas buscam e interagem sobre determinada notícia ou matéria no mundo virtual.

O século XXI, é o século do conhecimento, do acúmulo, muitas vezes exagerado, da informação; além da interatividade entre pessoas, instituições e produtos via multimeios, propiciando diversos tipos de experiências entre pessoas e grupos de pontos remotos.

Desde que o conteúdo seja adequado, este quando veiculado na internet pode conquistar centenas ou milhares de leitores visitantes de um único texto ou imagem. Dentre o planejamento de conteúdo na internet há o uso da hipermídia.

A hipermídia pode ser entendida conceitualmente como uma estrutura de elementos comunicacionais vinculados, que permitem o livre acesso entre diferentes ambientes virtuais. É um sistema digital interativo que agrega em si um alto poder de interatividade.

Dentro da construção de um projeto de intermídia, há o uso de hipertextos, uma espécie de “nó” de ligação, uma palavra ou frase dentro de um texto ou imagem que serve de link para uma outra  página na web. O projeto interativo ainda é composto por um núcleo funcional e interfaces.

O núcleo funcional é formado por softwares específicos de base de dados para o site, e a interface como padrão de design visual passa todas as orientações para o uso desse núcleo; é como se o núcleo funcional fosse a estrada, e a interface as placas dessa estrada.

Um conteúdo interativo ou não-interativo (linear) deve, de forma geral, oferecer uma fácil leitura através de linguagem coloquial, descontraída, direta, em parágrafos curtos, espaçamentos entre os parágrafos e uso de hipertextos oportunos para segurar o internauta no seu site.

Num texto para web, a informação principal deve ser a introdução e raiz de todo o desenvolvimento do texto, diluindo e aprofundando o tema naturalmente nos parágrafos seguintes. A conclusão num texto para web pode apresentar informações mais aprofundadas, a opinião ou a confirmação final dos conceitos apresentados.

Referências:

www.infodesign.org.br/conteudo/artigos/36/port/versao_final.pdf

http://imasters.uol.com.br/artigo/9181/webwriting/conteudo_de_internet_nao_e_conteudo_de_impresso/

 

 

, , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *