Cybermarketing

Cybermarketing.

Por Fernando Rebouças

O termo “cybermarketing” abrange as redes , as comunicações via computador e todos os meios digitais interativos que facilitam a troca mercadológica que ajudam no posicionamento de uma empresa e produto. Na área tática, utiliza a internet, o e-mail, o cd-rom, o podcast e demais serviços virtuais para reforçar uma ação de marketing.

Esta ação de marketing pode estar envolvida com a publicidade, vendas diretas, promoções, análises de mercado , endomarketing e atendimento ao cliente. O cybermarketing oferece as seguintes vantagens:

– Diminui custos com distribuição e material impresso;

– Aumenta a eficácia dos processos gerenciais;

– Economiza tempo;

– Meio de compra e informação alternativo para o cliente;

– Globaliza ações de marketing.

– Os serviços de cybermarketing estão expostos na rede 24 horas por dia, de segunda a segunda.

O cybermarketing não substitui a publicidade e nem as tradicionais ferramentas de comunicação e marketing, mas amplia as ações planejadas e a oferta de material mercadológico e institucional.

O cybermarketing também é compreendido como uma operação que visa aprimorar a visibilidade de uma empresa, site, produto e serviço de prospecção de clientes via internet. Emergiu no fim da década de 90, e começou a se popularizar nos anos 2000, possibilitando o trabalho com nichos ou células de mercado via meios eletrônicos de comunicação.

Referências:

pt.kioskea.net/contents/web/promotion.php3+cybermarketing&cd=44&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&lr=lang_pt

www.centroatl.pt/edigest/edicoes/ed23rot.html+cybermarketing&cd=25&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&lr=lang_pt

http://www.rimar-online.org/artigos/v3n1a3.pdf

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *