Edmund Burke

Edmund Burke

Estadista e escritor inglês, nasceu em 12 de janeiro de 1729, em Dublin, Irlanda. Faleceu em 9 de julho de 1797, na cidade de Beaconsfield, Inglaterra. Defendeu as restrições aos poderes reais, e criticou a forma como a Inglaterra colonizava a Índia.

Estudou em Dublin e Londres ; conheceu a Inglaterra e a França, imprimiu “Inquérito filosófico sobre as origens de nossos conceitos do sublime e do belo”, obra que viria a agradar Diderot, Kant e Lessing. Em 1758, fundou o periódico Registro anual, editado por ele até 1791.

Ingressou na Câmara dos Comuns e membro do partido liberal “whig”. Defendia leis mais brandas nas colônias inglesas, através de legislação mais compreensiva.

Como teórico, foi um profundo crítico da ideologia presente na Revolução Francesa. Em 1790, publicou “Reflexões sobre a revolução na França e sobre o comportamento de certas comunidades em Londres relativo a esse acontecimento.

Passou a ser reconhecido como um contra-revolucionário na Inglaterra e Europa, defendia a ideia de que todo o homem possui o direito natural de autonomia em sociedade, mas sem ferir a harmonia da mesma.

Burke passou a ser considerado um pensador conservador, que não aceitava reformas violentas e revolucionária.

Referências:

 

http://educacao.uol.com.br/biografias/edmund-burke.jhtm

 

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *