Erosão

Erosão

A erosão conceituada como o processo de desgaste da superfície terrestre tem como agentes a água, o vento e o gelo além de agentes químicos e geológicos. Nesse processo ocorre uma retirada do material produzido pelo intemperismo ou a partir de um desgaste causado pela interferência humana no caso do solo.

Todo o material retirado nesse processo é denominado sedimento e pode gerar os depósitos sedimentares que podem formar as rochas sedimentares, num processo de transformação conhecido como diagênese no qual há uma compactação e cimentação dos sedimentos ao ponto de obterem a consistência de uma rocha.

Em seu processo natural, a erosão é importante para a renovação do solo ou de determinada superfície. Basicamente, a erosão pode ser pluvial, fluvial, marinha, glacial, eólica e antrópica.

– Erosão Pluvial

Causada pela água das chuvas, ocorre em períodos lentos, mas pode ter o seu processo acelerado quando ocorre em áreas desmatadas.

– Erosão Fluvial

Causada pela água dos rios perenes e intermitentes. Em virtude da permanência da água do rio por um longo período a sua escala de ação é maior em comparação à erosão pluvial.

– Erosão Marinha

Também conhecida como abrasão, a erosão marinha ocorre a partir da ação das ondas do mar, das correntes marítimas, marés e correntes de turbidez, sendo o trabalho da erosão marinha reforçado com a presença da areia.

– Erosão Glacial

Causada pelas geleiras que congelam e derretem em parte entre os períodos de inverno e verão nas cavidades das rochas gerando dilatação e ruptura das rochas.

– Erosão Eólica

Causada pela ação do vento, costuma ocorrer com maior incidência em regiões áridas e secas com o transporte de areia contra as rochas.

– Erosão Antrópica

O ser humano em suas ações sociais e econômicas também é um agente de transformação na natureza, a erosão antrópica é causada pelo conjunto das ações e interferências humanas no meio ambiente. A erosão antrópica ocorre num curto espaço de tempo , mas de forma mais intensa com a retirada massiva de solo e rochas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *