Facebook

Facebook

Por Fernando Rebouças

Site de relacionamento social, lançado por Mark Zuckerberg, em 4 de fevereiro de 2004. Zuckerberg era estudante de Harvard, e a adesão inicial ao Facebook só ocorria entre os estudantes do Harvard College.

Mark Zuckerberg criou o projeto com o apoio de Andrew McCollum e Eduardo Severin. Ao terminar o ano letivo, Zuckrberg mudou-se para a Califórnia. Os proprietários da “Harvard Connection” , no qual Zuckberg possuía acesso, processaram o Facebook por plágio de código fonte, o processo não sucedeu, e o Facebook conseguiu um investimento de 500.000 dólares do co-fundador da Pay Pal, o empresário Peter Thiel.

Em dois meses, o site expandiu ao acesso dos estudantes da Massachusetts Institute of Technology, Boston University, Boston College e às escolas Ivy League. Nesta fase, somente usuários de e-mails que apresentavam extensão de URL  universitária, eram aceitos no cadastro do site.

Em 2005, o site recebeu mais de doze milhões de dólares da “Accel Partners”, e no mesmo ano comprou o domínio “facebook.com” por duzentos mil dólares. Na rede acadêmica, o site começou a aceitar usuários dos EUA, Canadá, Reino Unido, México, Porto Rico, entre outros.

No dia 27 de fevereiro de 2006, o site passou a aceitar estudantes secundaristas, e em setembro de 2006, estudantes a partir dos 13 anos de idade. Atualmente, possui mais de 120 milhões de usuários ativos, o site entrou para a lista dos dez sites de maior tráfego.

Em junho de 2007, o Facebook comprou a “Parakey, Inc”, sua primeira aquisição no mundo dos negócios. Estima-se que no ano de 2008, o Facebook atingiu mais de 130 usuários.

No mundo virtual, dominado por grandes empresas como Google, Microsoft e Yahoo, o Facebook tem abocanhado uma importância mercadológica considerável em termos de procura, audiência, serviços e publicidade.

Um dos motivos para o sucesso do site é a oferta de serviços personalizados aos seus usuários, como os aplicativos. O Facebook atende a diversos tipos de pessoas, e está alcançando sucesso em nível mundial, diferente do Orkut que possui forte adesão no Brasil e na Índia.

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *