Fenomenologia

Fenomenologia

Por Fernando Rebouças

Filosofia surgida no século XIX, a partir dos estudo de Franz Brentano e teve em sua corrente de estudos os filósofos Edmund Husserl, Martin Heidegger, Jean-Paul Sartre e Merleau-Ponty. A Fenomenologia trata dos fenômenos perceptíveis, extinguindo a separação entre o sujeito e o objeto.

É oposta ao positivismo, analisando a realidade no ponto de vista individual de cada um Tudo que se apresenta à consciência ocorre como um objeto intencional. O objetivo do método fenomenológico é alcançar a intuição das essências. Busca interpretar o mundo através da consciência de um determinado sujeito, segundo as suas experiências.

Acredita em captar instantaneamente os fenômenos de forma inteligível, considera que toda consciência é “consciência de alguma substância”, porém a consciência não é considerada uma substância, mas formada por atos de percepção, imaginação,paixão, emoções e demais atos internos do homem.

Busca-se a essência de um determinado fenômeno através do processo de redução fenomenológica, todas as coisas são caracterizadas por serem inacabadas em constante processo de modificação. A Fenomenologia é um tratado científico a respeito da descrição e classificação dos fenômenos.

É uma ciência subjetiva, estuda o próprio fenômeno, o termo “Fenomenologia” provém do grego “phainesthai” que é tudo aquilo que se revela, e “logos” que significa estudo. Visa reconhecer e esclarecer o fenômeno sob estudos que consideram a visão de um determinado sujeito espectador.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *