Greenwashing

Greenwashing

Por Fernando Rebouças

Ao escolher um produto ou serviço, os mesmos podem estampar selos ou certificações de sustentabilidade, prometendo ao cliente a confiança mercadológica de uma fabricação que respeita a natureza e que o processo de realização do serviço segue normas de biosegurança. Existem certificações verdadeiras e marcas que se esforçam para oferecer um produto final que não agride o meio ambiente, mas, a propaganda verde enganosa ainda é freqüente.

Fazer propaganda enganosa é um ato de dissimulação ou falsificação na promoção de produtos e serviços que são vendidos como sustentáveis e não verdade não são, essa prática é referida como “Greenwashing”, que ao pé da letra significa “lavagem verde”, ato de apropriar valores ambientais agregados a uma determinada empresa, marca e produto.

O greenwashing também pode ser utilizado por representantes políticos e governos; e por pessoas no contexto do marketing pessoal. O objetivo principal é a criação de uma imagem positiva relativa à responsabilidade ambiental, cujo valor tem sido exigido por normas e pela opinião pública mercadológica, pois, atualmente, o consumidor preocupado em ajudar a salvar a natureza prefere comprar produtos que respeitem o meio ambiente.

O termo greenwash teria surgido no ano de 1989, a partir de uma publicação na revista News Scientist, se tornou em substantivo “greenwashing” em 1991. Mas, ambos os termos se tornaram mais difundidos entre os anos 2006 e 2007.

No Brasil, popularmente, a prática se refere a pintar de “verde” determinado produto ou serviço para aumentar sua visibilidade e aceitação, mesmo que, na prática o seu processo de produção e oferta no mercado maculem o meio ambiente. Mesmo que haja ações reais de mitigação de danos ao meio ambiente, determinadas soluções de mitigação podem ocasionar a formação de novos riscos contra a natureza.

Na visão do marketing ambiental, o greenwashing é uma propaganda enganosa, a elaboração e manutenção de um discurso postiço ou incorreto. Para diferenciar se um produto é verdadeiramente sustentável ou não, o consumidor pode pesquisar ou analisar se determinado selo ou certificado é reconhecido pela legislação de seu país e se a empresa fabricante possui históricos de poluição de desrespeito ao meio ambiente.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Greenwashing

http://nc-www5.fgv.br/cursosgratuitos/OCW/884/OCWOGEAD_00/

http://www.ecycle.com.br/component/content/article/35-atitude/2094-definicao-o-que-como-traducao-greenwashing-estrategias-marketing-propaganda-consumo-produtos-servicos-atitude-apelo-ambiental-enganosa-empresas-consciencia-ambiental-casos-exemplos-cuidados.html

http://www.ecycle.com.br/component/content/article/35-atitude/2094-definicao-o-que-como-traducao-greenwashing-estrategias-marketing-propaganda-consumo-produtos-servicos-atitude-apelo-ambiental-enganosa-empresas-consciencia-ambiental-casos-exemplos-cuidados.html

 

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *