Jules Henri Poincaré

Jules Henri Poincaré.

Por Fernando Rebouças

Matemático, físico e filósofo francês, Poincaré nasceu na cidade de Nancy, em 29 de abril de 1854. Faleceu em Paris, no dia 17 de julho de 1912. Na infância sofreu de difteria, no ano de 1862, entrou para o Liceu de Nancy onde estudou onze anos de sua vida. Entrou para a Escola Politécnica no ano de 1873, concluiu o seu doutorado em matemática em 1879.

Em 1881, foi nomeado professor de física matemática na Sorbonne, onde lecionou até falecer. Na juventude, formulou o conceito das funções automórficas utilizadas na solução das equações diferenciais lineares. Essas equações lineares eram de segunda ordem com coeficientes algébricos.

Lançou um tratado sistemático de topologia, o “Analysis situs” no ano de 1895. Foi um grande estudioso de várias matérias da física como a óptica, a eletricidade, telegrafia, elasticidade, termodinâmica e até cosmologia. Era considerado como o último universalista da matemática.

Nos estudos a respeito da mecânica, foi responsável por diversos trabalhos referentes à teoria da luz e das ondas eletromagnéticas. Ao lado de Hendrik Lorentz, criou a teoria da relatividade.

É autor da “conjectura de Poincaré” , resolvido no início do século XXI, pelo matemático russo Grigory Perelman. Em 1889, Jules Poincaré foi premiado pelo trabalho sobre o “problema dos três corpos”.

Em sua época acadêmica, se graduou em engenharia na École dês Mines e tornou-se inspetor do grupo “Corps des Mines” para atuar à região de Vesoul, no noroeste francês. Depois do desastre na mineradora de Magny em agosto de 1879, foi responsável por conduzir as investigações sobre o acidente que havia matado dezoito mineiros.

O seu doutorado concluído em 1879, ocorreu sob supervisão de Charles Hermite, um tradicional matemático da França. Na Universidade de Paris (Sorbonne), foi indicado como professor de análise associado e ocupava a cadeira de Física, Mecânica experimental, Matemática Física, Teoria das Probalidades, Mecânica celeste e Astronomia.

Jules Poincaré era casado com Poulain d’Andecy, foi pai de quatro filhos, 3 meninas e 1 menino. No ano de 1887, foi eleito para a Academia Francesa de Ciências, na qual se tornaria presidente em 1906; três anos depois, foi eleito para a Academia Francesa.

Lanço obras importantes na área da matemática pura, física matemática e mecânica celeste, antes de Albert Einsteis, Poincaré era reconhecido como o mais brilhante pesquisador da teoria da relatividade, dentre suas obras destacam-se: Analysis situs (1895), Les méthodes nouvelles de la mécanique céleste (1892-1899), e Leçons de mécanique céleste (1905-1910).

 

Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Henri_Poincar%C3%A9

http://www.netsaber.com.br/biografias/ver_biografia_c_2422.html

 

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *