Lei de Ohm

Lei de Ohm

Formulada pelo físico alemão Georg Simon Ohm, nascido em 1789 e falecido em 1854, se refere a uma lei na qual determinado condutor em temperatura constante mantém a razão entre a tensão em dois pontos com a corrente elétrica constante, essa constante é descrita como resistência elétrica.

Em temperatura constante o condutor é referido como “condutor ôhmico, sendo a resistência de um dispositivo condutor dada por uma equação. George Simon Ohm verificou que há resistores onde a variação da corrente elétrica é proporcional à variação da diferença de potencia (ddp). Em suas experiências testou diferentes tipos de condutores aplicando várias intensidades de voltagens.

Concluiu que os metais mantinham a diferença potencial sempre constante. Em sua equação matemática declara que a voltagem aplicada em pontos de um condutor é proporcional à corrente elétrica que o percorrer sendo descrita da seguinte forma:

V=R.i

  • V é a diferença de potencial, cuja unidade é o Volts (V);
    • i é a corrente elétrica, cuja unidade é o Àmpere (A);
    • R é a resistência elétrica, cuja unidade é o Ohm (Ω).

    Essa equação de Ohm é aplicada para todos os tipos de condutores (os que obedecem e os que não obedecem).

Resistência Elétrica

Medida na grandeza Ohm (Ω), serve para designar a capacidade que o condutor pode apresentar ao se opor à transmissão de corrente elétrica. A resistência elétrica dificulta a passagem de corrente elétrica.

Resistores

Dispositivo eletrônico com a função de transformar a energia elétrica em energia térmica (calor) a partir do efeito joule.

Os resistores são dispositivos eletrônicos cuja função é a de transformar energia elétrica em energia térmica (calor), por meio do efeito joule.

Esse tema caiu na prova do ENEM 2013, leia a questão:

ENEM 2013 QUESTÃO 75


O chuveiro elétrico é um dispositivo capaz de transformar energia elétrica em energia térmica, o que possibilita a elevação da temperatura da água. Um chuveiro projetado para funcionar em 110V pode ser adaptado para funcionar em 220V, de modo a manter inalterada sua potência.

Uma das maneiras de fazer essa adaptação é trocar a resistência do chuveiro por outra, de mesmo material e com o(a)

  1. A

    dobro do comprimento do fio.

  2. B

    metade do comprimento do fio.

  3. C

    metade da área da seção reta do fio.

  4. D

    quádruplo da área da seção reta do fio.

  5. E

    quarta parte da área da seção reta do fio.


RESPOSTA CORRETA:
E – quarta parte da área da seção reta do fio.

A relação entre potência (P), diferença de potencial (U) e resistência (R) é dada por P=U2R. Como a potência deve ser mantida, tem-se que: 1102R1=2202R2; R2=4R1. A relação entre resistência, resistividade (⍴), comprimento do fio (L) e área da seção reta do fio (A) é dada pela 2ª Lei de Ohm: R=LA. Sendo assim, para quadruplicar a resistência, o fio deveria ter um comprimento quatro vezes maior ou a área da seção reta quatro vezes menor.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *