O Romantismo de José de Alencar

O Romantismo de José de Alencar

Por Fernando Rebouças

O Romantismo brasileiro na prosa apresenta quatro tendências principais: prosa indianista, urbana, regionalista e histórica. O autor que conseguiu produzir obras nessas quatro tendências foi José de Alencar, considerado o principal prosador do Romantismo no Brasil.

José de Martiniano de Alencar nasceu em Mecejana, estado do Ceará, em 1829. Faleceu em 12 de dezembro de 1877, deixando uma obra inacabada, o romance “Exhomem”. Formou-se em Direito.

As obras de José de Alencar refletem a realidade e a história do país na época em que viveu. A partir do regionalismo e indianismo procurou destacar uma língua brasileira distanciada da língua portuguesa de Portugal.

Em seus romances, a construção das personagens não é fria e nem científicas, mas a composição de seus heróis segue a imaginação romântica, muitas vezes, desproporcional com a realidade. As narrativas de José de Alencar são também simbólicas sempre no esforço de trazer o nacionalismo para a literatura do país.

Alencar buscou traduzir a realidade brasileira de sua época sem largar da invenção que o Romantismo permitia. Veja a seguir uma seleção de livros do autor muito exigidos em vestibulares, ENEM e concursos:

Iracema http://www.martinclaret.com.br/index.php/iracema-cinco-minutos/

Cinco Minutos http://www.martinclaret.com.br/index.php/iracema-cinco-minutos/

Lucíola http://www.martinclaret.com.br/index.php/luciola/

O Sertanejo http://www.martinclaret.com.br/index.php/o-sertanejo/

Os livros acima seguem os links da editora Martin Claret que mantém um catálogo sempre atualizado de José de Alencar.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *