Políticas públicas na educação

Políticas públicas na educação

Por Fernando Rebouças

O conjunto de iniciativas mantidas pela sociedade, pelo estado e pelas instituições de interesse público podem conceituar a base das políticas públicas que determinam, regulam e aplicam soluções para a qualidade da educação no âmbito público e privado. Além de investimentos por parte de governos e empresas, as políticas públicas para o ensino necessitam de um envolvimento cada vez maior da sociedade num mundo cada vez mais individualizado pelas novas tecnologias e pelo mercado.

Historicamente, as políticas públicas na educação surgem com maior força no decorrer do século XX para com os seguintes objetivos:

– Democratizar a educação e o acesso à escola;

– Elevar o nível de instrução da população;

– Formação de mão de obra para contribuir com o desenvolvimento econômico;

– Garantir a formação de crianças e jovens;

– Adequar a estrutura escolar e os métodos de ensino às inovações alcançadas;

No livro “Políticas Educativas” de autoria de Claude Lessard e Anylène Carpentier, publicado no Brasil pela editora Vozes há diferentes tipos de análises a respeito das políticas educativas, com ênfase no comprometimento ou na intromissão do estado, como destaca o trecho a seguir:

“O primeiro momento, dito de modernização e democratização, caracteriza-se pela ascensão do Estado-providência e pelo desenvolvimento de um sistema educativo democrático e de massa, segundo os princípios da igualdade de oportunidade , bem como a Teoria do Capital Humano. O segundo momento de transição,marca a crítica desse Estado intervencionista e de um sistema educativo que tem dificuldade em realizar suas promessas, parecendo pesado, custo e ineficaz. (…) Por fim, o terceiro momento, ainda atual, é caracterizado pela institucionalização de uma nova regulação em educação.” Pág.17

Tradicionalmente, a escola sempre seguir parâmetros homogêneos de ensino e organização, principalmente, nos países latino-americanos, onde houve a inserção de modelos de ensino eurocêntricos dos séculos XVII e XVIII. Perante a emergência do novo discurso da diversidade cultural, das novas tecnologias e das velozes mudanças do mercado, a educação continua sendo convidada para rever as suas políticas e métodos de formação.

Conheça mais o livro citado:

http://www.universovozes.com.br/livrariavozes/web/view/DetalheProdutoCommerce.aspx?ProdId=8532652581

Capa:

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *