Sonho

Sonho

Por Fernando Rebouças

É fato, quando dormimos sonhamos. Muitas pessoas sonham acordadas imaginando situações que gostariam de viver. Geralmente, os sonhos são registrados em nossa memória durante o sono.

O sonho pode ser considerado como uma experiência individual cujos significados variam conforme a cultura, a religião e o conhecimento de determinada pessoa ou grupo. O primeiro a estudar a experiência dos sonhos de modo científico foi Freud, segundo ele os sonhos noturnos seriam oriundos de uma busca pela realização de um desejo ou necessidade ainda não realizada.

A psicanálise considera o sonho como um espaço na mente para o indivíduo realizar os desejos inconscientes reprimidos. Sigmund Freud (1856-1939) publicou em 1900 a obra A Interpretação dos Sonhos, e em seu polêmico livro se aproveitou de conhecimentos já existentes sobre o tema e adicionou análises novas conceituando o sonho como a realização de um desejo.

No livro “Interpretação espiritual dos sonhos”, de Anselm Grün e Hsin-Ju Wu, a concepção do significado dos sonhos é aprofundada no contexto espiritual. O livro publicado no Brasil pela editora Vozes define o sonho como a experiência que retrata o nosso mundo interior utilizando a linguagem simbólica. Leia um trecho do livro a seguir:

“Muitas biografias de santos relatam sonhos e visões. Geralmente deparamos com a opinião de que as visões são algo especial, algo que deve acontecer somente aos santos. Mas Morton Kelsey menciona uma pesquisa psicológica que revelou que 10% das pessoas têm visões. No entanto, muitos não se atrevem a falar sobre isso, por medo de serem considerados lináticos. Mas não devemos ter medo das visões. Deus pode aparecer nelas para nós e nos dizer algo. Mas não devemos superestimá-las. De fato, os místicos de todas as épocas geralmente tinham visões, mas não as consideravam o sinal mais importante de sua devoção”.

(págs 67 e 68)

Os sonhos carregados de algum aviso são conceituados como sonhos premonitórios, ou seja, aqueles que revelam algum segredo ou fato que acontecerá no presente e no futuro. Porém, as visões costumam ser relatadas como algo que foi visto durante um sono muito leve. Porém, independente dos variados conceitos, os sonhos, em seu sentido espiritual podem evocar revelações e no sentido da ciência a expressão de desejos e experiências reprimidas.

Conheça mais o livro:

http://www.universovozes.com.br/livrariavozes/web/view/DetalheProdutoCommerce.aspx?ProdId=8532653138

Capa do livro:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *