TIC – Tecnologia da Informação e Comunicação

TIC – Tecnologia da Informação e Comunicação

Por Fernando Rebouças

Atualmente, a TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) ainda é considerada um desafio para a educação, principalmente, com o aumento do uso de artefatos tecnológicos em sala de aula. Boa parte do conhecimento e da imagem produzida na sociedade é proveniente da TIC.

Devemos considerar que, a repetição ou renovação de imagens, mensagens e dados a partir dos artefatos tecnologias na sociedade e na educação produzem uma nova forma de enxergar o mundo, de agir, de consumir e de relacionar com os outros. Mas, uma das grandes preocupações nesse debate é compreender o nível de acesso, distribuição e significados que envolvem a TIC.

Seja no contexto da leitura de imagens, cultura visual e estudos em cultura é necessário entender o processo de percepção e aprendizado existentes perante as mensagens que são produzidas, distribuídas e recebidas por intermédio da TIC. Considerando a mídia como um dos principais produtores de discurso e de imagem e, ao mesmo tempo, mediadores de uma determinada realidade, além da escola, a mídia também é considerada como um local do saber com linguagem didática ou não didática com maior força e impacto do que a própria escola.

A popularização da Internet como um meio de acesso à informação, aprendizado e expressões amplificou essa questão. Para compreender melhor o tema citamos um trecho do livro “Inclusão digital e educação – A nova cultura da sala de aula” de Magda Pischetola, publicado pela editora Vozes e PUC-Rio. Na introdução, a autora apresenta o tema da seguinte forma:

“Entre as grandes transformações ocorridas nos últimos anos, as tecnologias da informação e da comunicação (TICs) têm desempenhado relevante papel no que diz respeito à inovação e ao desenvolvimento, do ponto de vista econômico, mas também político, social, humano e cultural. A contração dos tempos de comunicação e as possibilidades de interação proporcionadas pela mídia digital construíram um mundo que não poderá mais voltar aos sistemas de comunicação, produção e trabalho anteriores à internet. No contexto da sociedade em rede, as tecnologias digitais impuseram-se como um elemento cada vez mais importante de mudança nos modos de viver, pensar e comunicar. Portanto, não surpreende que a expressão ‘inclusão digital’ tenha entrado no vocabulário das políticas públicas”.

Portanto, o acesso à informação digital por meio da Internet gerou uma preocupação sobre o processo de formação do cidadão do indivíduo conectado dentro e fora da escola.  Esse tema também torna o assunto desafiante para o professor, a família e as demais agências educadoras.

Conheça mais sobre o livro citado:

http://www.universovozes.com.br/livrariavozes/web/view/DetalheProdutoCommerce.aspx?ProdId=8532652883

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *