Vegetação no Ártico

Vegetação no Ártico.

Por Fernando Rebouças

O Ártico está situado na região do Oceano Ártico e do Polo Norte, área pertencente ao Círculo Polar Ártico. Na região, a vegetação ártica apresenta plantas como ervas, gramíneas, arbustos anão, musgos e liquens. Essas plantas costuma crescer próximo do solo, formando tundras.

Na área norte, o crescimento das plantas é menor em virtude da limitação metabólica causada pela ausência de calor e fontes de energia. Quando no verão, as temperaturas são mais baixas, as plantas se tornam menos variadas e abundantes.  Não é comum encontrar árvores no Ártico, somente em áreas que registram temperaturas mais altas, onde arbustos atingem 2 metros de altura.

Em março de 2013, a Nasa, Agência Espacial dos Estados Unidos, publicou um estudo internacional que se baseou nos níveis de elevação das temperaturas no mundo entre 1982 e 2012. Segundo o estudo, a elevação das temperaturas globais está alterando a distribuição da vegetação na região Ártica, que já é encontrada a 700 km mais ao norte.

A pesquisa foi publicada na edição da Nature Climate Change, sendo realizada por 21 cientistas de sete países. As informações foram obtidas a partir de imagens de satélites que comprovaram o ritmo do avanço da vegetação na região norte, cujo aumento da quantidade de plantas foi de 10% nos últimos 30 anos.

Um dos autores da pesquisa, Terry Chapin, da Universidade do Alasca, afirmou:

“O crescimento das plantas no Ártico durante o início dos anos 1980 era equivalente ao das terras localizadas na latitude 64o norte. Hoje, apenas 30 anos depois, é igual ao de 57o graus norte”.

Na opinião de Ranga Myneni, outro pesquisador da Universidade de Boston:

“O aquecimento reduz o gelo marinho e a cobertura de neve, aumentando assim a absorção de calor por parte do Ártico. Isso dá início a um ciclo de aumento de temperaturas e ainda mais perda de gelo, amplificando continuamente o aquecimento global”,

Portanto, alterações na distribuição de espécies de plantas na região como consequência das mudanças climáticas ameaça o equilíbrio no Ártico, onde o ecossistema já é naturalmente vulnerável. O avanço desordenado de plantas e o deslocamento do gelo polar, por exemplo, afeta a alimentação do urso polar.

Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81rtico

http://envolverde.com.br/noticias/vegetacao-ganha-espaco-no-artico-devido-ao-aumento-das-temperaturas/

, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *